29 de set de 2011

Existe chão?


 Parece que o mundo está acabando pra mim, me sinto sozinha agora mesmo cheia de pessoas ao meu redor me oferecendo ajuda, mas eu me sinto sozinha. Estou numa rua, quieta, olho pra trás e não encontro ninguém. vou caminhado sem rumo, somente minha mente me guia agora, meu coração nem mais o sinto, as coisas parecem ser tão obscuras pra mim. Minha pergunta neste momento é: "Existe chão?", parece estranho né? Mas não é, eu dou passos mas caiu, sempre caiu, eu sigo em frente e simplesmente caiu, não consigo sentir o chão, você sente? você consegue sentir ?você pode até dizer que sim, você sente, pode sentir, todos nós podemos, mas você consegue se equilibrar nele?com esse salto enorme? não, todos nós caímos, todos nós usamos um salto nos pés, e por isso não nos equilibramos e apenas caímos; Você pode ser magro ou gordo, mas sempre terminamos caindo com o nosso próprio peso em um chão que nem sabemos se ele existe. 

10 de set de 2011

Como da primeira vez .

Toujours

"Eu amo você como se ainda fosse o início, como se as coisas ainda não estivessem mudado. Pra mim, os momentos perfeitos ainda existem, como se fosse da primeira vez, como se tudo fosse da primeira vez. Lembro-me de tudo como se fosse o nosso primeiro beijo, como se eu estivesse vivendo aquela noite, aquela perfeita noite em que você me abraça por trás, me beija no rosto e diz que me ama; "Namora comigo?" lembro-me perfeitamente desse pedido, no qual mudou a minha vida. É como se tudo fosse como da primeira vez agora, quando nossos olhos se fecham e eu consigo sentir seus lábios macios juntos aos meus, como da primeira vez. Pra mim, vivemos o nosso amor como da primeira vez."               -

5 de set de 2011


  Qual a diferença entre um Poeta e um Poeta Da Vida? 

A diferença é que um poeta escreve poesia, e uma poeta da vida vive em poesia .

                    (Augusto Cury, O Futuro da Humanidade)


Garota de areia.




- Garota de areia, olhe ao seu redor...o que vê?

- Vejo pássaros voando sendo felizes e livres...

- E eles? o que vêem? 

- Eles vêem uma garota qualquer andando sem rumo, chorando pelos vastos motivos que tomaram conta de seu coração, eles vêem uma garota idiota que ainda tem que aprender muito, eles vêem uma garota que sente falta das coisas belas da vida, uma garota, eles vêem apenas uma garota.


- Oh garota de areia, quer saber o que eu vejo? eu vejo uma garota bonita, uma garota decidida, uma garota inteligente, uma garota que chora, eu vejo uma garota capaz das coisas, vejo uma garota que tem um coraçãozinho frágil e sensível , vejo uma garota única, uma garota divertida. Garota de areia, eu olho pra você e vejo tanta coisa... consigo ver um pequeno sorriso no fundo de todas essas lágrimas sabia?  Consigo ver uma garotinha  que já aprendeu as coisas da vida mas que precisa coloca-las em prática, consigo ver uma garota que deveria procuras a felicidade, porque ela deve estar bem ao seu lado e talvez esteja à sua procura também. Ah garota de areia, quando eu olho pra você eu consigo ver as coisas mais belas em seus olhos, você pode ver isso também?! 

(Silêncio) 

- Garota de areia, você consegue me ouvir?

- Sim. (soluça)

- Não seja tola! Pare de chorar por pequenos motivos. A vida espera tanto de você...

- Não! Não é a vida que espera tanto de mim... Sou eu que espero da vida! E o que ela me trás? Nada ! Absolutamente nada!  (Interrompe soluçando)

- Garota de areia.... Não é a vida que não te trás nada, é você que não procura nada dela.

- (suspira e abaixa a cabeça) Você está certo. 

- Só quero o seu bem.

- Eu sei. 

(seus olhos se encontram)

- Adeus.

- Obrigada.



4 de set de 2011

O meu eu.


Por fora uma garotinha que abre sorriso à qualquer hora, que alegra a todos, uma garotinha que diz ser aquela que não chora. Mas por dentro uma garotinha que tem um coraçãozinho de vidro, que racha até se quebrar, que fura, que machuca, um coraçãozinho que chora, que grita por alguém, uma coração que já está a matando... Por dentro uma garotinha de papel, que se chuviscar ela molha, se chover ela estraga e se cair uma tempestade ela rasga,uma garotinha frágil que diz aguentar, uma garotinha que já sentiu vontade de viver mas que agora pega uma faca pra tentar cessar as lágrimas ou talvez os motivos que as fazem ser derramadas, uma garotinha que pode estar rodeada de pessoas mas que é sozinha, que não consegue ouvir a sua própria voz, uma garotinha que acha que mais ninguém a ama, você a ama? pois nem ela mesmo se ama.

Home | Contato | Topo